Perguntas e Respostas Freqüentes - Ronco e Apnéia Respiratória

01) O que é ronco?

O ronco é a forma clássica do organismo se expressar diante de uma dificuldade respiratória que ocorre durante o sono. O problema começa a se agravar quando esses ruídos estão acompanhados de repetidas pausas na respiração (apnéias) que tem duração mínima, em adultos, de 10 segundos.

02) Qual é a causa do Ronco?

O ronco pode ser ocasionado pela posição da pessoa ao dormir, geralmente de barriga para cima. Quando o indivíduo deita dessa maneira, a boca se abre e o queixo desloca-se para trás juntamente com a língua pressionando a garganta. Isso facilita a ocorrência do barulho. Em relação ao ronco rítmico, que não tem ligação com a postura ao deitar, são vários os fatores que influenciam, como adenóides e amígdalas muito grandes, alergias (rinites), desvio de septo, pólipos nasais e, principalmente, mandíbula pequena. Diversos desses problemas provocam a obstrução do nariz e a pessoa respira pela boca. Mesmo obstruções menores podem obrigar a pessoa a desenvolver a respiração bucal, o que sempre representa uma solução ruim, embora necessária nesses momentos. O álcool e calmantes são outros motivos que podem gerar o ronco, pois levam ao relaxamento dos músculos da faringe. Por fim, a obesidade também contribui muito para o aparecimento do problema, pois a faringe é passível de infiltração gordurosa, e isso agrava a obstrução.

03) Quais os riscos que o ronco traz à saúde?

No ronco caracterizado por grandes vibrações e ruído intenso, além do desconforto provocado nos outros, existe a possibilidade de ocorrerem pequenas interrupções na respiração - ocasionadas pelo fechamento das vias aéreas. E as conseqüências são quadros mais graves de sobrecarga cardiocirculatória, sonolência durante o dia, baixo rendimento intelectual, sexual e no trabalho, além de cansaço e irritabilidade persistente. A apnéia é um estágio avançado do ronco, quando há parada respiratória provocado pela obstrução das vias aéreas durante o sono. No adulto, considera-se apnéia após 10 segundos de respiração interrompida. Como a criança tem uma reserva menor, às vezes, depois de dois ou três segundos, o sangue já está pobre em oxigênio.

04) Como chegar a um diagnóstico?

A pessoa que ronca deve procurar orientação médica e odontológica. O exame chamado polissonografia deve ser solicitado para auxiliar no diagnóstico, é ele que determinará o tipo de tratamento correto . Este exame é feito em clínicas do sono, na qual a pessoa dorme e seu sono é monitorado durante toda a noite.

 

05) Quais são os tipos de tratamento?

Existem algumas modalidades de tratamento para o ronco e a apnéia do sono. Dentre elas estão o CPAP (máscara nasal), os aparelhos bucais de avanço mandibular, a terapia fonoaudiológica e as cirurgias ortognáticas de avanço maxilar e mandibular.

Associações entre essas terapias somadas à higiene do sono e fonoaudiologia são frequentemente utilizadas para potencializar os resultados.

Algumas considerações básicas sobre o tratamento do ronco e da apnéia do sono:

Embora diversos estudos estejam em andamento, nenhum medicamento é eficaz para o ronco a apnéia do sono;

1.            Os aparelhos bucais de avanço mandibular são indicados para casos de ronco com índices menores que 5 por hora de sono, apnéia leve e moderada com índices menores que 30 por hora de sono e casos em que a pessoa não se adapta ao CPAP. Neste último, sempre com indicação médica;

2.            Uso da máscara nasal – CPAP é indicado para pacientes com apnéia grave - índices maiores que 30 por hora de sono com repercussões cardiorepiratórias;

3.            O tratamento cirúrgico pode ser realizado em casos bem selecionados: correção de obstruções nasais e de desvio de septo, cirurgias para avanço mandibular e remoção de tecidos da garganta entre outras.

 

06) O que é Higiene do Sono?

A higiene do sono consiste de várias orientações passadas aos pacientes com o objetivo de promover um sono contínuo e eficiente. É muito utilizada em associação com quaisquer medidas terapêuticas (CPAP, aparelhos bucais, cirurgias) a fim de modificar hábitos inadequados com relação ao sono e melhorar a qualidade de vida.

1.            Uma excelente idéia é estabelecer horários regulares para deitar e levantar. Caso haja necessidade de utilizar o despertador, sempre dê preferência para o mesmo horário e vire-o de costas para não controlar o passar das horas, pois traz ansiedade e o sono foge;

2.            Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e as que contenham cafeína (café, refrigerantes, chá preto, chimarrão, achocolatados), pois estimulam o sistema nervoso central;

3.            Evite fumar, pois a nicotina também tem efeito estimulante;

4.            Os exercícios físicos devem ser evitados próximo ao horário de dormir, porém mantidos regularmente todos os dias;

5.            Planejar tarefas para o dia seguinte antes de dormir traz ansiedade e preocupação. Organize tudo com calma até 3 horas antes de ir para cama;

6.            Faça refeições leves antes de se deitar. Dê preferência a saladas, legumes e frutas;

7.            Deixe o quarto bem escuro para favorecer o sono repousante. Evite lugares barulhentos e se possível regule a temperatura;

8.            Evite remédios para dormir sem ter prescrição médica;

9.            Evite dormir com fome ou sede e só vá para a cama com sono e saia dela se estiver sem sono;

10.          Use a cama apenas para dormir e fazer sexo. Elimine atividades incompatíveis com o sono, por exemplo: TV, notebook, telefone e lanches.

07) Qual o tipo de ronco que devemos nos preocupar?

Devemos nos preocupar com um ronco muito alto ,freqüente todas as noites e que apresenta interrupções da respiração.

08) Só ronca quem é obeso?

Não, a obesidade atua como agravante no ronco. O ronco pode diminuir se emagrecer.

indicados.

09) Os sintomas de Apnéia do Sono em crianças são iguais aos do adultos?

Não, em crianças observamos com freqüência a irritabilidade e agitação no lugar da sonolência e também queda no desempenho escolar.

10) Quais são os sintomas diurnos mais freqüentes da Apnéia do Sono?

Sonolência diurna, dificuldade de concentração, irritabilidade, sintomas de depressão, diminuição de libido, dores de cabeça ao acordar, perda de memória.

11) Quais as conseqüências mais freqüentes da Apnéia do Sono?

Aumento da pressão arterial, alteração de ritmo cardíaco, enfarto do miocárdio, derrame cerebral, sonolência diurna, diabetes.

12) Todo mundo que ronca tem Apnéia do Sono?

Não, mas todos os apnéicos roncam.

13) O exame de polissonografia é caro?

Felizmente hoje em dia ele é mais acessível e todos os convênios cobrem.

14) Quais são os tratamentos mais usados para Ronco e Apnéia?

Todo paciente terá um tratamento individualizado, com mudanças de hábitos, orientações sobre seu sono, exercícios específicos para fortalecimento da musculatura, e dependendo de seu diagnótico terá indicações de uso do aparelho intra-oral para dormir e ou CPAP.

15) O que é CPAP?

CPAP significa pressão Positiva Contínua de Ar. Este tratamento é indicado para Apnéias de moderada à grave. Através de uma máscara nasal a pressão do ar positiva mantém as vias aéreas abertas. Só um profissional treinado deve indicar este tratamento.

16) Como funciona o aparelho intra-oral para Ronco e Apnéia?

O aparelho intra-oral funciona reposicionando sua mandíbula (queixo) durante a noite mantendo as vias aéreas mais abertas para o ar não ter interrupções. Seu uso é bem tranqüilo e sua aceitação é maior que 90%. O paciente só usa para dormir,é discreto e eficiente, porém não trata a apneia do sono,  é indicado somente nos casos de roncopatia.

17) O aparelho intra-oral cura o Ronco e a Apnéia?

Não, esse aparelho tem sua ação na noite em que é usado. Funciona igual a um óculos, quando você não o utiliza, continua com o problema. Seu uso é contínuo e não cura o ronco nem a apnéia do sono.

18) Qual a eficiência do aparelho intra-oral para Apnéia e Ronco?

A melhor terapia para a roncopatia é realização da terapia fonoaudiológica para fortalecimento da musculatura e dos tecidos moles (garganta, céu da boca, língua etc.)

19) Só existe um tipo de aparelho intra-oral para Apnéia e Ronco?

Não, existem dezenas de tipos de aparelhos, porém só o dentista do sono está apto para escolher o melhor tratamento para você.

Não encontrou o que procurava?

Escreva sua pergunta para a gente!

Av. Conselheiro Nébias, 580 cj 21 - Boqueirão

Santos - SP
(13) 3232 1720

(13) 991 575 748

  • Facebook

Ortodontista em Santos - Especialista em DTM, Ronco e Apnéia do sono e Aparelhos Ortodônticos  - Copyright 2014 Clínica de Ortodontia Benedecti